0

Após suposta exposição ao ebola, 10 americanos serão observados nos EUA

14 mar 2015
18h56
atualizado às 18h56
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Pelo menos dez americanos foram transferidos aos Estados Unidos para serem observados devido à suspeita de terem contraído ebola em Serra Leoa, segundo informou neste sábado o Centro de Controle de Doenças (CDC).

Todos os dez são profissionais de saúde que se podem ter sido expostos à doença, por isso o governo americano decidiu colocá-los sob observação no país.

De acordo com o CDC, eles serão atentidos em instalações perto do Instituto Nacional de Saúde (NIH), em Maryland; na Universidade de Nebraska e no hospital universitário de Emory, em Atlanta.

Por ainda não ter sido confirmado se contraíram ou não o ebola, eles ainda não serão internados como pacientes em nenhum desses centros, mas terão que esperar os 21 dias relativos ao período de incubação do vírus.

O CDC não descarta que ocorra a transferência de mais americanos que possam ter sido expostos ao vírus e estejam em situação de risco em Serra Leoa.

Esses dez americanos teriam sido expostos ao ebola devido ao contato com outro americano, que foi transferido de Serra Leoa e internado na sexta-feira nas instalações do NIH perto de Washington por ter contraído a doença e estar em estado grave.

O paciente, cuja identidade não foi revelada, trabalhava como voluntário em uma unidade de tratamento de ebola em Serra Leoa, um dos países da África Ocidental mais afetados pelo surto.

Veja também:

De andador, veterano de guerra de 99 anos arrecada milhões para saúde pública britânica
EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade