publicidade

Confira 6 dicas para melhorar o funcionamento do cérebro

Relaxe fazendo o que gosta: ioga, dança, natação ou caminhada
Foto: Getty Images
 

Problemas de memória, concentração, agilidade de resposta? A solução para preservar ou melhorar o desempenho do cérebro pode estar em mudanças simples de hábitos.

A neurologista Rosa Hasan, do Hospital São Luiz, de São Paulo, listou seis dicas importantes para manter a capacidade cerebral em alta. Dormir bem, beber com moderação, ter alimentação balanceada, praticar atividades físicas, exercitar a cabeça e relaxar estão na pauta.

1) Durma bem
Dormir menos que o necessário ou mal causa impacto no desempenho intelectual, na memória e na concentração. Um adulto, em média, precisa de sete a oito horas de sono por dia. Mas, dependendo da pessoa, o período pode ser maior ou menor. "Para saber a sua necessidade, é só observar quanto dorme sem despertador em um dia de folga", ensinou a neurologista Rosa. Para um descanso melhor, torne o quarto aconchegante, não o use como ambiente de trabalho e evite ingerir álcool ou cafeína à noite. Se apresentar problemas como insônia e apneia, procure um médico.

2) Beba com moderação
O álcool definitivamente não é um parceiro do cérebro. "O álcool em excesso, no caso dos alcoólatras, pode levar até a lesões cerebrais. E quem bebe à noite tem sono de pior qualidade." Portanto, moderação é a palavra-chave e nada de beber antes de deitar.

3) Alimentação balanceada
Muito se fala sobre determinada fruta ou hortaliça ser boa para o cérebro. Na opinião da médica, é melhor deixar essa ideia de lado. O que realmente traz benefícios para todo o corpo é investir em uma dieta balanceada, que contenha alimentos de todos os grupos.

4) Atividade física
A atividade física é uma grande aliada. "Traz bem-estar, deixa a pessoa menos ansiosa e trabalha condições importantes do cérebro, porque é um exercício mental." A sugestão da médica é colocar o corpo em ação ao menos 30 minutos por dia. Vale exercícios leves, como caminhada. Um estudo recente, divulgado pelo portal Aol, do Reino Unido, diz que a memória de curto prazo melhora 20% ao passear pela natureza ou apenas olhar a imagem de uma paisagem verde. Que tal suar a camisa ao ar livre?

5) Exercite o cérebro
Quanto mais usar o intelecto, melhor, porque mantém o cérebro ativo. "Cérebro menos utilizado não tem a mesma agilidade. A sua desenvoltura cai." Portanto, estude, leia, use a criatividade. Até jogos e palavras-cruzadas colaboram. Mantenha-se ativo.

6) Relaxe
O estresse mental, causado pelo acúmulo de funções e correria do dia a dia, prejudica todo o organismo, inclusive o cérebro. "Em longo prazo, pode aumentar risco de insônia, depressão e ansiedade." A melhor maneira de driblar o incômodo é buscar o tão necessário relaxamento. Aproveite os dias de descanso para realmente deixar a cabeça longe dos problemas. Faça o que gosta: ioga, dança, natação, caminhada.

Terra