0

Meninas expostas ao estresse desenvolvem tendência à depressão

  • separator
  • 0
  • comentários

Bebês do sexo feminino expostos a situações de estresse no primeiro ano de vida tendem a se transformar em adolescentes ansiosas ou deprimidas. A constatação é de uma pesquisa do Waisman Laboratory for Brain Imaging and Behaviour, publicada pelo jornal inglês Daily Mail.

Meninas que foram criadas, no primeiro ano de vida, em famílias conturbadas apresentam altos níveis de estresse
Meninas que foram criadas, no primeiro ano de vida, em famílias conturbadas apresentam altos níveis de estresse
Foto: Getty Images

Meninas que foram criadas, no primeiro ano de vida, por mães que sofriam de depressão, que tinham relacionamentos conturbados ou em famílias com problemas financeiros apresentaram níveis mais altos de cortisol, o hormônio do estresse, nos anos seguintes, por volta dos 3 e 5 anos.

E, quando atingem a adolescência, pesquisadores encontraram importantes diferenças cerebrais em relação às demais garotas. Duas áreas do cérebro que regulam as emoções se mostraram afetadas. O levantamento foi associado a sintomas de ansiedade e de depressão por volta dos 18 anos.

"Quisemos entender como o estresse nos primeiros anos de vida pode levar a distúrbios de humor e pode apontar para a necessidade de intervenções ainda na infância", disse o autor do estudo, Cory Burghy.

Foram analisados os comportamentos e condições físicas de 57 crianças, sendo 28 meninas e 29 meninos, e constatou-se que os meninos não são afetados por ambientes turbulentos no primeiro ano de vida.

"O estudo levanta questões sobre as diferenças em relação aos gêneros sobre o impacto do estresse nos primeiros anos de vida. Sabemos que as mulheres são mais afetadas e que essas diferenças se tornam maiores especialmente na adolescência", disse a pesquisadora.

 

 

 

Fonte: Ponto a Ponto Ideias Ponto a Ponto Ideias
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade