3 eventos ao vivo

Nariz quente pode ser sinal de que alguém está mentindo

24 nov 2012
19h07
atualizado às 19h07
  • separator
  • 0
  • comentários

Ao contrário do que diz a lenda, seu nariz não vai crescer quando você contar uma mentira, mas fará com que ele fique mais quente.

Aumento da ansiedade produzida por alguém que não está falando aumenta a temperatura da ponta do nariz
Aumento da ansiedade produzida por alguém que não está falando aumenta a temperatura da ponta do nariz
Foto: Getty Images

Os cientistas afirmam que o aumento da ansiedade produzida por alguém que não está falando aumenta a temperatura da ponta do nariz. As informações foram publicadas no Daily Mail.

Mas se você está com preocupado se sua mentira será descoberta, eles também estudaram uma maneira de refrigerar o nariz, "fazendo um grade esforço mental". Os cientistas da  University of Granada descobriram o fenômeno usando câmeras de imagem térmica para monitorar voluntários.

Eles o chamaram de "O Efeito Pinóquio", em honra ao conto italiano do século 19, do boneco de madeira cujo nariz crescia quando ele não falava a verdade.

Em uma tese de doutorado divulgada nesta sexta-feira (23), Emilio Gómez Milán e Elvira Salazar López disseram que a temperatura do nariz aumenta ou diminui de acordo com o humor, assim como a área do músculo orbital no canto interno dos olhos.

Os cientistas também afirmam que a imagem térmica pode detectar o desejo sexual e excitação em homens e mulheres, indicado por um aumento da temperatura no peito e regiões genitais.

O casal chegou a suas conclusões depois de descobrir que, quando os voluntários mentiam sobre seus sentimentos, a cor do córtex insular do cérebro foi alterada. "Esta região está envolvida na detecção e regulação da temperatura do corpo para que haja uma grande correlação negativa entre a atividade desta estrutura e a magnitude da mudança de temperatura", detalhou. "Quanto maior a sensação visceral, menor a troca de calor e vice-versa", finalizaram.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade