0

Pessimistas vivem mais que otimistas, aponta pesquisa

  • separator
  • comentários

Se você é pessimista, acredite numa boa notícia. A Universidade de Erlangen-Nuremberg, na Alemanha, realizou uma pesquisa durante 10 anos com 40 mil pessoas entre 18 e 96 anos, apontando que os pessimistas vivem mais que os otimistas. O resultado foi publicado no jornal Últimas Notícias , da Venezuela, que recolheu os dados do site Actualidade.rt.

<p>Pessimistas são mais satisfeitos com a vida que otimistas</p>
Pessimistas são mais satisfeitos com a vida que otimistas
Foto: Getty Images

“A pesquisa mostrou que os riscos de sofrer algum problema de saúde ou morte prematura são mais altos nos otimistas. O pessimismo em relação ao futuro faz com que as pessoas se cuidem mais em relação à saúde e à segurança”, afirmou Frieder Lang, um dos autores do estudo. Depois de uma década de acompanhamento, o resultado mostrou que os pessimistas têm 9,5% de chance a menos de apresentar algum problema de saúde e 10% menos riscos de sofrer uma morte prematura.

Os voluntários que participaram da pesquisa foram divididos em três grupos por idade: entre 18 e 39 anos; entre 40 e 64 anos; e maiores de 65, que fizeram uma avaliação se estavam contentes com suas vidas e prognósticos sobre o futuro. As mesmas perguntas foram repetidas ao passar dos anos.

Os mais jovens mantiveram a tendência de superestimar suas expectativas de vida e o grupo de 40 e 64 anos mostrou expectativas mais próximas da realidade. Já os mais velhos se mostraram bastante pessimistas em relação ao futuro. No fim da pesquisa, os que haviam feito prognósticos mais pessimistas se sentiam muito mais satisfeitos com suas vidas e mostraram menos riscos de doença e morte prematura.

Fonte: Ponto a Ponto Ideias Ponto a Ponto Ideias

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade