Dietas

publicidade

Compare o valor calórico de 20 bebidas e doces com e sem açúcar

Deixando de adoçar doces e bebidas você já economiza muitas calorias
Foto: Getty Images
 

Engana-se quem pensa que cortar calorias é sinônimo de dieta repleta de restrições. Se quer fazer as pazes com a balança e cuidar da saúde, pode e deve realizar trocas alimentares ou simplesmente deixar de adoçar algumas iguarias. Por exemplo, uma xícara de chá de camomila tem zero calorias, mas pula para 20 com o acréscimo de uma colher (café) de açúcar. O suco de limão vai de 144 calorias para 164 quando recebe essa mesma quantia de açúcar.  Já os produtos light reduzem em cerca de 25% os níveis de açúcar ou gordura no alimento.

Confira abaixo oito curiosidades sobre o assunto, listadas pela nutricionista Alessandra Paula Nunes, da clínica Bem Nutrir, de Santo André, São Paulo. Depois, navegue pela galeria e compare os valores calóricos.

Diabetes e pressão alta
Além de aumento de peso, o excesso de calorias pode facilitar o aparecimento de diabetes e a elevação do colesterol e da pressão arterial.

Gordura visceral e Diabetes tipo 2
Muito açúcar pode levar a quilos a mais e aumento gordura visceral, já que é transformado em gordura para ser armazenado. Outro problema grave é o desenvolvimento do diabetes tipo 2.

Controle a dose de açúcar
Pessoas que não têm restrição calórica na dieta ou não são diabéticos podem usar açúcar, mas sempre em pouca quantidade. No entanto, o ideal seria não investir nele e nem no adoçante. Bebidas, como sucos, chás e achocolatados, não precisam ser adoçadas. Controle-se!

A medida certa
O Brasil não tem estimativas seguras, mas o Ministério da Agricultura calcula que o brasileiro consuma algo em torno de 150 g por dia ou 30 colheres (chá) de açúcar. A Associação Americana do Coração indica que mulheres ingiram, no máximo, seis colheres (chá) de açúcar por dia (30 g ou 100 calorias). Para os homens, o limite é de nove colheres (chá) por dia (45 g ou 150 calorias). Quanto aos adoçantes, cada um tem a sua recomendação, mas, em geral, cinco envelopinhos por dia é aceitável.

Cuidado com o sódio
Vale dizer que alguns adoçantes, como sacarina e ciclamato, contêm grande quantidade de sódio e podem ser prejudiciais para quem tem pressão alta. O seu consumo em excesso ainda pode causar diarréia.

Os mais indicados
Dos adoçantes, o stévia (zero caloria) é o mais indicado por ser natural. Dos artificiais, a sucralose (zero caloria), um derivado da cana-de-açúcar que não é absorvido pelo organismo, é o mais seguro.

O mais saudável
Quanto menos processado o açúcar, menos mal faz à saúde. O refinado (19,5 calorias em 1 colher de chá) é o mais processado e o mascavo (18,5 calorias em 1 colher de chá), o menos.

Troca esperta
O uso de produtos light diminui cerca de 25% o consumo de açúcar ou gordura. Isso não quer dizer que pode aumentar a porção do alimento. O ideal é ingerir a mesma quantidade que está acostumado ou, então, a troca para diminuir calorias não fará sentido. A mesma regra vale para itens diet (que eliminam um item da composição, como açúcar), principalmente porque alguns produtos aumentam a gordura na porção e, com isso, o número de calorias não diminui.

Ponto a Ponto Ideias