Dietas

publicidade

Médica perde quase 30 quilos malhando apenas 30 minutos

Márcia resolveu malhar na hora do almoço e conseguiu perder 26 quilos
Foto: Divulgação
 
Fábio Santos

Com a correria do cotidiano, a maioria das pessoas fica adiando ou evitando as academias. A desculpa de que não há tempo para malhar pode ser resolvida de maneira simples, utilizando curtos espaços de tempo durante o dia. A oftalmologista Márcia Cristina Oliveira, 38 anos, sempre está com a agenda lotada, mas descobriu uma maneira de perder peso malhando apenas 30 minutos por dia. Márcia percebeu que era hora de entrar na briga contra a balança durante sua segunda gestação. Assim como na primeira, a oftalmologista acabou ganhando muito peso e decidiu, após pedir autorização médica, começar um processo de perda de peso. Ao entrar em uma academia para mulheres, a oftalmologista seguiu uma rotina rígida e conseguiu conquistar os objetivos. O Terra conversou com a médica e descobriu como ela conseguiu a proeza de perder quase 30 quilos, em um ano:

Terra - Quantos quilos você perdeu e quanto está pesando atualmente?
Márcia Cristina Oliveira - Quando entrei na academia a rede Contours, em maio de 2009, pesava 88 quilos. Fazendo exercícios em circuito de 30 minutos, perdi 26 quilos e hoje peso 62. Além disso, meu percentual de gordura foi reduzido de 35,4% para 18%.

Terra - Qual o peso máximo que você atingiu antes dos exercícios?
Márcia - Eu era magra, ganhei peso na primeira gravidez e aumentei cerca de 25 quilos na segunda gestação. Cheguei a pesar 94 quilos aos 9 meses de gravidez, mas quando entrei na academia (um mês após minha filha nascer), já estava com 88 quilos. Durante a gravidez não tive enjoos e sentia muita fome.

Terra - Quando você percebeu que era hora de mudar de vida?
Márcia - Não aceitava me ver gorda, minha autoestima estava para baixo. Nesse período não queria me olhar no espelho, não podia mais conviver com a gordura e me sentir num corpo que não era o meu fez com que eu mudasse a situação.

Terra - Qual decisão você tomou?
Márcia - Assumi dois compromissos: controlei minha alimentação e frequentei a academia rigorosamente.

Terra - Você já fez muitas dietas? Por que este modelo deu certo?
Márcia - Sim, conseguia apenas controlar o peso. Fazia ginástica localizada, mas nunca obtive os resultados que consegui com o método que sigo agora. Para emagrecer de verdade, frequentei a academia rigorosamente, iniciei uma reeducação alimentar e fiz tratamento estético. O modelo funcionou porque mantive o foco na minha meta, tive determinação, vontade de emagrecer e não desisti. Não me aceitava obesa, não me via daquela forma.

Antes de ter minhas filhas, eu fazia ginástica localizada, mas nunca consegui obter os resultados que consegui com o método Contours. Desde 2004, não frequentava academias porque não conseguia me adaptar ao método tradicional de musculação, com salão cheio, homens suados, espera de equipamentos e ambientes onde a vaidade predominava, além de gastar mais de uma hora na academia.

Comecei e desisti várias vezes até conhecer a academia onde estou agora. O fato de não ter espelhos na academia, do ambiente ser exclusivamente feminino e de obter resultados em apenas 30 minutos me estimularam muito para que eu mantivesse a rotina de exercícios.

Terra - Qual a sua rotina atual?
Márcia - Sou oftalmologista, mãe de duas filhas pequenas, e quase não tenho tempo para praticar atividades. Faço circuito, que é rápido, ou seja, adequado ao meu ritmo de vida. Atualmente frequento a academia três vezes por semana, e isso é sagrado. Meu objetivo agora é manter o peso e aumentar a massa muscular. Quando percebo que a carga fica leve, já aviso à professora para aumentar. Sou focada e aproveito ao máximo os exercícios.

Terra - Quais as principais mudanças na sua alimentação?
Márcia - No início tive acompanhamento de nutricionista. Me alimentava bem, com qualidade, mas precisava reduzir a quantidade. Meu cardápio hoje é bastante saudável.

Terra - É difícil manter o peso depois de perder uma grande quantidade de gordura?
Márcia - O mais importante é a determinação para manter o controle e a reeducação alimentar, que são fundamentais. Para quem quer perder peso, é preciso não se fixar muito na balança, pois perdemos gordura e ganhamos músculos.

Terra - Qual a importância do acompanhamento profissional?
Márcia - O acompanhamento com profissionais de nutrição, fisioterapeuta dermato-funcional e professoras na academia é, sem dúvida, fundamental, pois às vezes podemos ficar tão obcecadas em emagrecer que achamos que podemos "tudo em pouco tempo". É preciso saber que emagrecer é um investimento, e não será amanhã que você vai acordar magra, mas o resultado compensa. Minha autoestima foi às alturas quando consegui entrar em alguns jeans antigos. Muitas pessoas não me reconheceram. Sou muito elogiada e estou muito satisfeita com a minha imagem.

Redação Terra