Dietas

publicidade

Única noite mal dormida pode desacelerar metabolismo

Noite mal dormida pode contribuir para ganho de peso
Foto: Getty Images

Aqueles que estão na briga com a balança precisam contar mais do que calorias para perder peso. Afinal, cientistas suecos descobriram que as horas de sono também influenciam na perda de peso, pois uma única noite mal dormida é capaz de desacelerar o metabolismo, fazendo o corpo queimar menos calorias e engordar, segundo notícia publicada nesta terça-feira (17) no Daily Mail.

Durante a pesquisa, 14 estudantes do sexo masculino foram colocados em uma série de condições de sono, como cochilos curtos, privação total e sono normal durante vários dias, enquanto os cientistas mediam as mudanças na dieta, na glicemia, níveis de hormônios e curva metabólica. Uma única noite perdida foi capaz de reduzir o metabolismo basal, que é usado em atividades como a respiração e a digestão, entre 5 e 20%. Os rapazes também apresentaram altas taxas de açúcar no sangue pela manhã, hormônios reguladores da fome, como a grelina e hormônios do estresse, como cortisol.

Christian Benedict, da Uppsala University (Suécia) e líder da pesquisa, comentou que uma única noite mal dormida é capaz de reduzir o gasto de calorias em homens saudáveis: "isso sugere que o sono contribui para regular a queima de energia em humanos ao longo do dia".

Diversos estudos têm observado que pessoas que dormem cinco horas ou menos tendem a engordar e desenvolver problemas relacionados ao aumento do peso, como diabetes tipo 2, mas não conseguiram provar ainda que a privação de sono engorda, o que seria muito mais relacionado ao estilo de vida e à dieta do indivíduo.

Ainda não está claro para os cientistas como a insônia crônica pode contribuir com as alterações hormonais e a obesidade, mas recomenda-se que um adulto saudável durma entre sete e nove horas por noite.

Terra