Doenças e Tratamentos

publicidade

Aprenda mitos e verdades do enjoo e previna-se deste mal

O enjoo pode sinalizar que algo não vai bem com a saúde
Foto: Getty Images

Sentir desconfortos estomacais é bastante ruim, mas um deles em particular, costuma ser frequente e atrapalha a vida de adultos e crianças: o enjoo. De origem física ou psicológica, a náusea pode ser um alerta sobre a saúde, embora comprometa a produtividade e o bem-estar.

O otoneurologista Ítalo Roberto Torres de Medeiros, do departamento de Otorrinolaringologia do Hospital das Clínicas de São Paulo (SP), contou que a sensação de movimento pode desencadear náuseas e vômito por causa do conflito de informações enviadas ao cérebro por meio da visão e do labirinto, tornando frequente o problema em viajantes. Acontece que o cérebro tem dificuldade para assimilar quais informações são corretas e provoca o enjoo. "Quanto mais intenso e frequente for o movimento, maior a chance de mal-estar", complementou.

O médico contou ainda quais são os mitos e verdades ligados a essa sensação tão ruim. Confira.

Beber refrigerante alivia a náusea: segundo Medeiros, este é um mito, já que "as bebidas gasosas aumentam a sensação de estômago cheio e estufado, podendo piorar o problema".

Bebês não sofrem de náusea causada pelo movimento: verdade, pois os recém-nascidos ainda não têm a visão completamente desenvolvida. "Após os dois anos começam os sinais de cinetose, nome do enjoo de movimento, que tem pico de prevalência entre quatro e dez anos", disse o médico.

Remédios demoram para agir: Medeiros contou que este é um mito, já que os medicamentos costumam agir 15 minutos após a ingestão e são seguros para crianças e gestantes, desde que o médico seja antes consultado.

O enjoo da gravidez tem a ver com o sexo do bebê: mito. "A náusea nesta época da vida é causada pelo hormônio B-HCG que é responsável por implantar o saco gestacional no útero e afeta 70% das gestantes. Ele é influenciado pela alimentação, não pelo sexo da criança", explicou o otoneurologista, que recomendou comer de três em três horas pequenas porções de alimentos para aliviar o problema.

A cinetose pode acontecer ao desembarcar de um navio: os turistas que decidiram embarcar em cruzeiros podem sofrer de náuseas no desembarque, pois o corpo fica confuso e não consegue assimilar se as informações enviadas pela visão e pelo labirinto são corretas, causando o problema.

A cinetose é comum na infância: Medeiros contou que 70% das crianças a partir dos dois anos sofrem do problema, sendo que idosos têm menos náusea de movimento e mulheres costumam padecer mais deste tipo de enjoo na gravidez e período menstrual.

Terra