0

Estudo: falta de desejo sexual é reclamação de 48,5% das mulheres

Pesquisa realizada pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo mostra que a maioria das mulheres relaciona a condição à aspectos psicológicos e socioculturais

21 nov 2013
15h15
atualizado às 17h10
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Segundo pesquisa, mais de 80% dos distúrbios sexuais são psicológicos e sociais
Segundo pesquisa, mais de 80% dos distúrbios sexuais são psicológicos e sociais
Foto: Getty Images

Segundo um estudo recente, 48,5% das mulheres que procuram atendimento médico por conta de disfunções sexuais se queixam de falta ou diminuição do desejo sexual. 

A pesquisa, realizada pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo e pelo Centro de Referência e Especialização em Sexologia (Cresex), analisou 455 pacientes do ambulatório do Hospital Estadual Pérola Byington e concluiu que, das mulheres observadas, apenas 13% tiveram os distúrbios ligados à causas orgânicas - como alterações hormonais ou probelmas ligados a outras doenças - enquanto a grande maioria relaciona a condição à aspectos psicológicos e socioculturais. 

“O tratamento das disfunções sexuais, em geral, é realizado por meio de terapias comportamentais cognitivas. Já o uso de medicamento só é indicado quando a causa orgânica dos problemas é identificada”, afirma a coordenadora do Cresex, Tânia das Graças Mauadie.

Entre os dados divulgados, 18,2% das mulheres observadas apresentaram dificuldades de chegar ao orgasmo, 9,2% apresentavam dor intensa durante o ato sexual (dispareunia) e 6,9% mostraram inadequação social (níveis diferentes de desejo em relação ao parceiro).

Além destes distúrbios, outras pacientes disseram sofrer com vaginismo (espasmos involuntários dos músculos que fecham a vagina), disfunção sexual generalizada e distúrbios de excitação.

As mulheres atendidas tinham entre 55 e 20 anos: 45% delas tinham entre 40 e 55 anos, 36,4% estavam entre 25 e 39 anos e 7,9% tinham entre 20 e 24 anos.

<a data-cke-saved-href="http://www.terra.com.br/saude/infograficos/disturbios-do-sono/iframe.htm" href="http://www.terra.com.br/saude/infograficos/disturbios-do-sono/iframe.htm">veja o infográfico</a>

Veja também:

Beirute: A mãe em trabalho de parto durante a explosão
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade