publicidade

Sono em excesso ao longo do dia pode ser sinal de doença

A narcolepsia, um transtorno raro do sono, faz com que a pessoa adormeça repentinamente sem poder evitá-lo
Foto: Getty Images
 

 

Sono em excesso ao longo do dia, que permite o indivíduo dormir em qualquer lugar, a qualquer hora do dia, pode ser sintoma de doença. No caso, a narcolepsia, um transtorno raro do sono, que faz com que a pessoa adormeça repentinamente sem poder evitá-lo. Ela também faz o indivíduo acordar com frequência e ter pesadelos.
 
Entenda 16 diferentes distúrbios do sono
 
A doença foi identificada em 1880 e seus episódios de sonolência durante o dia duram de 15 min a 1h. Um de suas causas seria a falta da substância hipocretina no cérebro. Cientists a Universidade da Califórnia, nos EUA, ao estudarem cérebros de um grupo de narcolépticos descobriram que o grupo tinha de 85% a 95% menos neurônios do que as pessoas que não sofriam do distúrbio.
 
 
Ela atinge um em cada 250 mil e costuma ser observada já na adolescência. O tratamento para a narcolepsia é feito à base de estimulantes. Do contrário, a doença coloca em risco atividades do dia a dia como estudo, trabalho e direção automobilística.
Agência Estado