Gestação

publicidade
02 de maio de 2012 • 09h07

Complexos vitamínicos ajudam a mulher a engravidar

Se for identificado algum tipo de insuficiência de vitaminas em uma mulher, o médico pode receitar um complemento que supra essa necessidade
Foto: Dreamstime / Especial para Terra

É comum que algumas mulheres que queiram engravidar sejam recomendadas a tomar complexos vitamínicos. Na verdade, essa prescrição é dada pelo médico para suprir algum tipo de deficiência que a mulher já possua e não tem o objetivo de aumentar a fertilidade de nenhuma paciente.



Complexos vitamínicos não ajudam a melhorar a fertilidade, esclarece o médico Marcos Sampaio, da Clínica Origen, de Belo Horizonte. Mas, se a pessoa é portadora de alguma deficiência de vitaminas, sua chance de gravidez pode ser menor.



Nesse caso, portanto, o médico explica que a suplementação teria apenas o objetivo de corrigir tal deficiência. ¿Em pessoas sem esse quadro, não há benefício algum, pois o excesso de vitamina não é absorvido¿, completa.



No caso dos homens, o uso de vitamina é mais controverso, pois, segundo Sampaio, menos se sabe sobre a fisiologia testicular, em comparação com as mulheres. "Muitos estudos estão sendo feitos com pré-hormônios e aminoácidos para avaliar melhor os resultados nos tratamentos com as mulheres e com os homens", afirma. Alguns estudos já comprovaram resultados positivos na qualidade seminal após o uso de antioxidantes.



Vitamina durante a gravidez

Qualquer mulher grávida, incluindo aquelas que não precisaram recorrer a uma técnica de reprodução assistida, é orientada a tomar ácido fólico durante toda a gravidez. Essa vitamina, pertencente ao complexo B, é indispensável para uma gestação saudável, por isso é administrada sem a necessidade de exames prévios.



Sampaio explica que, além de a vitamina prevenir alguns tipos de má-formação do feto, ela também diminui a incidência de leucemia neonatal.



Cross Content
Especial para o Terra
Terra