1 evento ao vivo

Modelo com anorexia vence doença e inicia carreira plus size

Tamanho 36, Danielle Braverman desenvolveu distúrbios alimentares ao ser considerada "grande demais" para modelar

25 nov 2015
17h35
  • separator
  • comentários

A modelo Danielle Braverman usava tamanho 36 quando ouviu de diversas agências que era "grande demais" para a profissão. A pressão para emagrecer era tanta que a americana desenvolveu diversos distúrbios alimentares e teve anorexia para atingir o "corpo ideal". Anos depois, ela assumiu suas curvas e tem feito sucesso como modelo plus size . As informações são do Daily Mail .

Danielle modelando antes e depois de vencer a anorexia
Danielle modelando antes e depois de vencer a anorexia
Foto: Danielle Braverman/ Facebook/ Reprodução

Siga Terra Estilo no Twitter

Danielle teve seus primeiros trabalhos como modelo quando estava na faculdade. "Eu era muito magra e tive sucesso por alguns anos, mas como, naturalmente, eu não era daquele tamanho, eu estava constantemente lutando contra as minhas curvas", contou à publicação.

Por conta da pressão em emagrecer para poder continuar a carreira, Danielle teve anorexia. "Eu estava tomando comprimidos de dieta , e prestava atenção em todas as calorias. Eu olhava para uma maçã e achava que era muito calórico", desabafou. "Eu me sentia culpada por comer, estava me exercitando em excesso e virou uma obsessão", contou.

Foto: @daniellebrave/ Instagram/ Reprodução

Danielle desistiu da carreira, casou e se livrou dos pensamentos não saudáveis. Mãe de duas crianças, ela afirma que foi o nascimento da primeira filha que a fez repensar o problema. "Eu tive uma epifania depois que minha filha nasceu. Eu não queria que ela pasasse pela mesma situação que passei, só queria que ela se aceitasse", afirmou. "Comecei a me alimentar direito e a ser ativa", contou.

Agora, vestindo tamanho 46, Danielle afirma que essa é sua "forma verdadeira". "Levou muito tempo para eu parar de pegar no meu pé, mas eu cheguei num ponto de autoaceitação e passei a me sentir feliz em ser eu mesma", declarou.

Foto: @hughesmodels/ Instagram/ Reprodução

Foi nesse momento que ela decidiu seguir a carreira de modelo plus size. "A modelo que existia em mim nunca foi embora. Eu nunca estive tão feliz", afirmou sobre a nova fase.

O novo passo para Danielle é promover a auto-aceitação. "Nós precisamos de diversidade de corpos no mundo da moda para refletir. Eu adoraria me tornar uma voz para continuar a empoderar", afirmou a modelo que criou a campanha #embraceyourshape (abrace a sua forma, em tradução livre), para promover a aceitação do corpo.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade