Nutrição

publicidade

Conheça dez alimentos adorados que podem ser tóxicos

Tomate e pimenta podem ser tóxicos para o nosso organismo
Foto: Getty Images
 

Sabe aqueles alimentos que vivemos comendo em casa ou em restaurantes? Saiba que muitos deles podem ser perigosos se consumidos em excesso ou se preparados de maneira errada. Intoxicações alimentares são comuns e, geralmente, provocam apenas um desconforto estomacal. Porém, existem casos graves de intoxicação que podem levar até à morte.

Conheça agora os alimentos que consumimos e que podem ser tóxicos:

Mandioca
Este é um dos alimentos mais populares no Brasil, mas que poucas pessoas imaginam que possa ser perigoso. Algumas espécies de mandioca possuem um elemento chamado ácido cianídrico, que pode causar intoxicação por ingestão, como explicou o Coordenador da Equipe de Nutrologia da Unidade Anália Franco do Hospital e Maternidade São Luiz de São Paulo, Andrea Bottoni. "Nas espécies de mandioca mais populares do Brasil, chamadas de Aipim ou Macaxeira, a concentração de ácido cianídrico é insignificante. Porém, uma espécie conhecida como mandioca brava possui uma quantidade maior desta toxina e, se ela não for bem cozida ou consumida crua, pode provocar uma intoxicação", disse.

Castanha de Caju
A castanha de caju crua possui uma toxina chamada urushiol, que pode até ser letal. Para o nosso bem, não consumimos a castanha neste estado. "A castanha de caju como a consumimos não causa nada, pois elas são torradas ou cozidas. O perigo está no consumo dela crua ou mal cozida, pois nestes casos ela poderá liberar uma toxina chamada urushiol, que pode até ser letal. Em pequenas quantidades, pode gerar dermatite ou inflamações na pele", falou o médico.

Pimenta
A pimenta é um alimento interessante, pois, na teoria, ela pode até matar, mas somente se o consumo for exagerado. Felizmente, as pessoas não comem pimenta como comem um prato de comida, o que evita muitos casos de intoxicação. A substância presente no alimento, que possibilita o processo, é conhecida como capsaicina e é a responsável por dar o sabor picante ao alimento.

Batatas
As batatas possuem uma toxina chamada glicoalcalóide, mas o consumo é mais perigoso por causa do caule e da folha da batata. Para o nutrólogo Andrea Bottoni, o consumo é mais perigoso em algumas culturas onde a população utiliza as folhas da batata. "Em algumas culturas, as pessoas fazem chá da folha da batata e, nesses casos, podemos achar situações que a pessoa fique fraca, entre em coma ou até morra", afirmou.

Amêndoas
Assim como as castanhas de caju, as amêndoas precisam passar pelo processo de torragem e cozimento. Elas possuem cianeto, que pode ser muito perigoso se consumido em grande quantidade. Essa toxina pode ser verificada principalmente nas amêndoas mais amargas.

Cereja
"Ela pode liberar ácido cianídrico, que pode gerar dor de cabeça, confusão mental e vômitos. Mas isso só acontece quando é consumida em altíssimas doses, algo muito raro de ser feito", analisou Andrea. Outra fonte da toxina está no caule da fruta, mas as pessoas não costumam comê-los, muito menos em excesso.

Tomate
A fruta em si não contém veneno, mas o caule e as folhas possuem uma substância conhecida como glicoalcalóide que, em níveis elevados, podem gerar problemas estomacais e nervosismo. A folha e o caule podem ser usados para dar sabor, mas devem ser tiradas antes de comer.

Cogumelos
Os cogumelos são alimentos extremamente perigosos pelo simples fatos de existirem milhares de espécies com várias características. Além das comestíveis, existem também as espécies venenosas e que podem ser facilmente confundidas com aquelas que tanto apreciamos.

Uma das mais mortais toxinas de cogumelos é a alpha-amanitina, que causa danos ao fígado extremas. Porém, se você encontrar um cogumelo crescendo na sombra de uma árvore, não tente consumi-lo, pois ele pode ser mortal.

Baiacu
Este peixe é proibido em muitas partes do mundo, mas também pode ser encontrado como iguaria, principalmente nos países asiáticos. O veneno do peixe, conhecido como tetrodoxina, pode causar dormência, pressão alta e paralisia muscular, o que pode levar à morte em pouco tempo. Conhecido também como fugu, o peixe exige muita habilidade ao ser preparado para não se transformar em um alimento mortal.

Maçã
As maçãs são tão conhecidas que dificilmente alguém imagina que ela possa ter toxinas venenosas. As sementes de maçã possuem cianeto, mas em um nível muito baixo. Comer todas as sementes de maçã não vai te matar, mas não é nada recomendável fazer isso. Se mesmo assim você estiver disposto a mastigar e engolir dezenas de sementes, saiba que poderá passar mal com isso.

Terra Terra