Nutrição

publicidade

Probiótico natural feito em casa é benéfico para o funcionamento intestinal

O probiótico kefir é uma bactéria benéfica à flora intestinal
Foto: Getty Images
 

É fácil encontrar nos supermercados bebidas e iogurtes com bacilos, lactobacilos, leveduras e outras bactérias benéficas para a flora intestinal. Mas o que pouca gente sabe é que esse tipo de alimento - conhecido como probiótico - pode ser feito em casa com uma colônia de organismos vivos: o kefir.



» vc repórter: mande fotos
e notícias

» Chat: tecle sobre o assunto

Exatamente como faziam as tribos mulçumanas que habitavam as montanhas do Cáucaso, na Ásia Central, no início do século XVIII. Para eles, a bebida era considerada um presente de Alá, devido a seus poderes terapêuticos que previnem e combatem doenças, além de proporcionar sensação de bem-estar.



A forma de obter o produto é conseguir uma pessoa que doe uma parte da colônia cultivada por ela para que se comece outra. Uma busca pela internet mostra pessoas dispostas a doar parte de seu kefir (grãos gelatinosos que contém vários microorganismos).



"Considero os grãos de kefir uma bênção, por isso são doados, jamais são vendidos", diz Carlos Dias Júnior, que conheceu o kefir numa conversa com um dermatologista em 2002, que posteriormente lhe enviou os grãos e desde então ele se beneficia das propriedades do alimento em relação ao trato gastrointestinal.



"Melhora o estado geral da saúde", garante Carlos, que tem autorização para traduzir e publicar um site australiano www.kefir.xpg.com.br. Além disso, ele criou o um grupo de discussão online, onde as pessoas tiram dúvidas e solicitam grãos aos doadores.



Segundo a nutricionista paulista Lara Natacci, bons motivos não faltam para fazer uso dos grãos. Eles possuem um conjunto de probióticos e leveduras (microorganismos que compõem a flora benéfica intestinal), minerais (cálcio, fósforo e magnésio), vitaminas (complexo B e K) e aminoácidos essenciais, como o triptofano (precursor do neurotransmissor serotonina, que causa sensação de bem-estar orgânico).



Modo de preparo

A bebida pode ser preparada em casa, adicionando os grãos de kefir no leite ou em água e armazenando-o em temperatura ambiente. Os lactobacilos e as leveduras se alimentam da lactose contida no leite, fermentando-o. "Esse líquido fermenta por cerca de 24 horas numa temperatura de 18°C a 30°C. Depois deste período de fermentação, ele é coado para separar os grãos de kefir, que podem ser adicionados em seguida em outro leite e assim, sucessivamente, por tempo indeterminado", explica a nutricionista. O kefir pode ser consumido in natura ou incrementado com outros alimentos, como frutas, cereais e mel.



A bebida tem consistência cremosa e um aroma moderado de levedura fresca, parecidos com a coalhada fresca, além de um leve gosto ácido semelhante ao iogurte. Esse probiótico pode conter ainda de 0,08% a 2 % de álcool em sua composição. "Não encontrei contraindicações na literatura de nutrição clínica funcional", diz Lara.



Benefícios

Os benefícios da ingestão do kefir são relacionados às propriedades dos microorganismos probióticos. Confira abaixo:



- Incrementa o valor biológico das proteínas do leite



- Sintetiza o ácido lático, o que diminui a intolerância à lactose e favorece a digestão do leite mesmo para pessoas que sejam sensíveis ao leite de vaca



- Sintetiza vitaminas do complexo B



- Aumenta a resistência às infecções



- Ativa o sistema imunológico



- Restabelece e equilibra a flora intestinal



- Regula a flora intestinal - indicado tanto em casos de constipação quanto diarréia



- Diminui o risco de câncer, principalmente de cólon



- Diminui a fração ruim do colesterol (LDL)



- Inibe as alergias cutâneas



Cuidados no armazenamento

- Armazene os grãos de kefir em recipientes de vidro, plástico ou aço inox. Evite qualquer outro material



- Lave o recipiente onde os grãos são armazenados com água fervida. Evite cloro, pois destrói o kefir



- Não use os grãos se estiverem com coloração estranha (eles devem ser brancos) ou cheiro duvidoso. Nesse caso, o kefir deve ser descartado



- Com o cultivo, as bactérias se multiplicam. É comum a quantidade de grãos ultrapassar as projeções. O ideal, então, é doar parte a outras pessoas. Afinal, foi desse modo que o kefir se espalhou pelo mundo e, ainda hoje, é seu principal meio de difusão



Especial para Terra