Nutrição

publicidade

Tomate, alho, limão; veja 29 alimentos com menos de 40 calorias

Além de ter poucas calorias, o tomate protege a pele contra os raios infravermelhos, previne contra certos tipos de câncer e diminui o colesterol
Foto: Getty Images
 

Você já deve ter ouvido falar sobre a teoria de que alguns alimentos têm efeito negativo no consumo de calorias, o que significa que eles queimam mais calorias durante a digestão do que as acumulam (cereais e maçãs podem ser alguns exemplos). No entanto, segundo a revista Health, esta teoria não passa de um mito, mas existem sim alimentos com baixíssimas taxas calóricas, além de serem super nutritivos. Confira uma lista de 29 alimentos se encaixam nesta descrição, segundo a revista.

Saiba quantas calorias tem cada alimento

Rúcula (4 calorias por xícara) – esta folha delicada e levemente apimentada é incrivelmente baixa em tudo o que você não quer, especialmente calorias, gordura, gordura saturada e colesterol. Quanto aos efeitos positivos, as fibras, vitaminas A, C e K e outros nutrientes, como potássio, se destacam.  Perfeita para saladas, sopas ou qualquer prato que leve folhas verdes, a rúcula pode ainda ajuda sua vida romântica. Algumas evidências sugerem que os minerais e antioxidantes presentes nas folhas escuras são essenciais para a vida sexual porque podem ajudar a bloquear a absorção das toxinas que atrapalham a libido.

Aspargos (27 calorias por xícara) – este alimento é conhecido tradicionalmente como desintoxicante porque contem altos níveis de um aminoácido que ajuda no sistema diurético, eliminando o excesso de toxinas do corpo. Ele também ajuda a acelerar o metabolismo do álcool e outras toxinas (é um ótimo remédio para ressaca). A aspargo tem ainda vitaminas A, C E, K e B6, além de ferro e proteínas. Pode ser consumido cru, em saladas ou ainda cozido no vapor.

Brócolis (31 calorias por xícara) – este vegetal é extremamente baixo em calorias, mas está na lista das supercomidas por outra razão. Além das fibras, vitaminas e minerais, ele tem um poder antioxidante que pode aumentar as chances de sobreviver a um câncer de mama e reduzir os riscos de câncer de cólon. Este elemento químico responsável por estas proteções é chamado de sulforafano e é responsável por dar ao brócolis um leve sabor amargo.

Caldo (10 calorias por xícara) – feito com carne magra, frango, frutos do mar ou brotos de vegetais, o caldo é uma arma secreta em qualquer dieta, sendo nutritivo e uma refeição com quase zero calorias, especialmente se apostar em vegetais na mistura. Os caldos são chamados de “comidas de muito volume”, o que significa que você pode comer grandes porções que têm poucas calorias e ainda se sentir satisfeito. Tudo se resume a calorias por mordida ou, neste caso, por colheradas. “Escolhendo alimentos que têm menos calorias por mordida, a porção final aumenta, mas a contagem das calorias diminui, então você termina com uma quantidade satisfatória de comida”, explicou Barbara Rolls, PhD e especialista na métrica dos alimentos. Um ponto negativo é que os caldos podem ter grandes quantidades de sódio.

Couve de Bruxelas (38 calorias por xícara) – este alimento tem baixas taxas de calorias, além de ajudar na prevenção de câncer devido aos fito nutrientes e fibras. Apesar de ter uma má reputação por causa do sabor, pode ficar melhor acompanhada de um molho doce ou picante.

Repolho (22 calorias por xícara) – crocante, doce e barato. Por isso, uma comida com tantas qualidades, além de poucas calorias é tão boa, assim como carrega também vitaminas, minerais, fibras e uma série de fito nutrientes que previnem o câncer, além de ter componentes que funcionam como desintoxicante metabólico. O repolho roxo, especificamente, tem ainda elementos químicos naturais que aumentam a reparação celular e bloqueiam o crescimento do câncer.

Alface (5 calorias por xícara) – você pode literalmente comer toneladas de qualquer variedade de alface e nunca ganhar nenhum quilo. O tipo alface romana é uma ótima fonte de vitamina B, ácido fólico e manganês, o que ajuda a regular o açúcar no sangue e é essencial para o sistema imunológico. As variedades mais verdes ou roxas têm outros tipos de nutrientes.

Beterraba (37 calorias por meia xícara) – apesar de doces, as beterrabas têm poucas calorias, o que significa que você pode comer algo adocicado sem culpa. Elas também são ricas em antioxidantes que combatem o câncer, além de ferro, fibras, ácido fólico e potássio. O enorme poder da cor forte vinda da betanina, é outro potente antioxidante.

Couve-flor – como outros alimentos da família dos crucíferos, a couve-flor é rica em fito nutrientes que combatem o câncer, além de ótima fonte de vitamina C e ácido fólico. Elas podem ser consumidas crus ou cozidas no vapor, o que maximiza seu poder nutritivo.

Café (zero caloria por xícara) – café preto é uma das bebidas com menor taxa calórica e também um ótimo aliado de perda de peso. Ele pode alterar os hormônios que naturalmente controlam a fome ou a saciedade. Consumidores de café podem ainda ter menores níveis de câncer de fígado ou cólon, diabetes tipo 2, doença de Parkinson e pode ajudar a viver mais, como concluiu um estudo feito em 2008 que divulgou que mulheres que bebiam mais de seis xícaras diárias tinham menos chances de morrer de várias causas do que aquelas que não consumiam a bebida.  A cafeína pode ainda acelerar o metabolismo e aumentar a perda de peso.

Toranja (grapefruit) / (39 calorias por metade da fruta) – estudos revelaram que, em média, as mulheres que consumiam a fruta ou o suco da toranja tinham 10 quilos a menos e um número 6% menor do Índice de Massa Corporal (IMC). Poderosa para manter a saúde do coração, ela contém também vitamina C, ácido fólico e potássio. Nas variedades rosa ou vermelha, há ainda vitamina A e licopeno, um componente químico que protege as paredes arteriais contra os danos causados pelas toxinas.

Cogumelos (15 calorias por xícara) – saboroso e com baixas calorias, os cogumelos são também diversos e podem ser encontrados de algumas variedades, como Portobello, shitake e maitake. Felizmente, a maioria destes tipos contém algum tipo de antioxidante, além de potássio, vitamina B, D, B6, fibra e fósforo.

Tomate (22 calorias pela metade de um tomate) – eles têm licopeno, um antioxidante raramente encontrado em outros alimentos e que, segundo estudos, protege a pele contra os raios infravermelhos, previne contra certos tipos de câncer e diminui o colesterol. Além disso, o tomate tem altos níveis de potássio, fibra e vitamina C.

Nabos (36 calorias por xícara) – primo distante das batatas, os nabos são ótimas fontes de fibras, vitamina C e têm baixo nível de índice glicêmico. Podem ser consumidos em sopas ou caldos, além de picados bem finos e colocados em saladas.

Agrião (4 calorias por xícara) – este vegetal além de ter as propriedades das folhas verdes tem também o poder de ajudar contra o câncer, assim como a couve de Bruxelas e brócolis, que têm componentes que diminuem os riscos da doença. Estudos sugerem que as pessoas que comem agrião regularmente podem também estar mais protegidas contra câncer de pulmão.

Abobrinha (20 calorias por xícara) – de textura macia é outro alimento de alto volume, aqueles que você pode consumir em maiores quantidades e ganhar menos calorias. Rico em vitamina A, é fácil de ser encontrado, e simples de ser preparado, o que facilita o consumo.

Espinafre (7 calorias por xícara) – suave e saborosa, esta folha verde é rica em ferro, ácido fólico, vitamina K e C, betacaroteno,  além de um componente que protege os olhos contra a degeneração. Pode ser usado em saladas, acompanhado de alface, cenoura e cogumelos, ou ainda com alho em uma omelete.

Limão e Lima (20 calorias por fruta, sem a casca) – frutas cítricas são ótimas fontes de vitamina C e fibras, e apresentam também baixos componentes em gordura, caloria e colesterol.  Estudos mostram que o consumo das frutas pode reduzir um resfriado para até um dia. Além de sucos, é comum usar estes alimentos em vários tipos de receitas.

Couve (5 calorias por xícara) – couve é possivelmente  um dos alimentos mais saudáveis, já que reúne uma série de fito nutrientes que podem prevenir o câncer, incluindo o de mama. Segundo os cientistas, estes componentes ajudam o fígado a produzir certas enzimas que neutralizam potencialmente as substâncias que podem desencadear o câncer. A couve tem ainda vitamina C, ácido fólico e manganês, que ajuda a regular o açúcar no sangue e é essencial para o sistema imunológico.

Alho (4 calorias por dente de alho) – recomendado no tratamento contra resfriados, câncer e até infecção urinária, uma dieta rica em alho ajuda devido suas qualidades antimicrobianas. Para aumentar as propriedades, o ideal é picar e esmagar o alho até 10 minutos antes de ser aquecido na panela.

Pimenta (30 calorias por metade da xícara) – mais picantes ou mais amenas, as pimentas vêm com altas taxas de vitamina C e a propriedade que dá a sensação de aquecimento, pode ajudar o corpo a queimar 50 ou 100 calorias extras após um almoço picante. Quanto mais ardida, melhor, mas cuidado para não exagerar.

Cebola (32 calorias por metade da xícara) – este alimento, que tem o sabor do doce ao ardido, é rico em sulfetos alílicos, componentes que, segundo cientistas, podem ser bons aliados contra o câncer de endométrio.

Abóbora (30 calorias por xícara) – este alimento é rico em potássio, betacaroteno, vitaminas A, C e E, além de potássio. A abóbora pode ser boa também para prevenir diabetes, pois estudos sugerem que dois componentes encontrados nelas aumentam a tolerância a glicose em ratos de laboratório.

Rabanetes (19 calorias por xícara) – este vegetal colorido é rico em potássio, ácido fólico e outros componentes que ajudam na digestão. Vale lembrar que ele está também entre os tops das folhas verdes, que têm seis vezes mais vitamina C e cálcio do que as raízes.

Chá (0 caloria por xícara) – quando fala-se em chá como super comidas, é preciso esclarecer que são os tipos preto, branco, verde ou aqueles feitos da infusão de vários tipos de ervas. Todos eles são ricos em antioxidantes, que protegem as células dos desgastes do DNA que podem causar câncer e outras doenças, além de reduzir o nível de colesterol, ajudar contra a osteoporose, aumentar o poder cerebral e manter a pessoa mais magra.

Erva-doce (27 calorias por xícara) – além de ótima fonte de fibras, vitaminas e minerais, é bom também para ajudar na respiração, aliviar a tosse no inverno e achatar a barriga.

Aipo (16 calorias por xícara) – recomendado para ser consumido durante a gravidez, é rico em vitaminas A e C, além de ácido fólico e fibras. É também um daqueles alimentos que podem ser consumidos em grandes quantidades com pouco ganho de calorias.

Morangos, framboesas e mirtilo (32 calorias por metade de uma xícara) – estas frutas são cheias de substâncias anti-inflamatórias, o que reduz os riscos de doenças do coração e câncer. Segundo um estudo divulgado em 2007 pela Cornell University, as frutas que cresceram em ambientes preservados e são consumidas frescas, têm estas capacidades aumentadas.

Cenouras (22 calorias por metade de uma xícara) – a cenoura tem baixos níveis de gordura saturada e colesterol, além de ser uma boa fonte de vitaminas B6 A, C e K, ácido fólico, manganês e potássio.

Terra