Dos 0 aos 100 anos: saúde bucal para todas as fases da vida

Especial mostra principais cuidados e doenças que acometem cada período, além de dar dicas de como se prevenir

5 jan 2016
08h00

Essa semana, o Terra preparou um especial de saúde bucal para todas as faixas etárias. A cada dia, a dentista Claudia Tenório, da Biodente Odontologia, explica como devem ser os cuidados em cada fase, quais as principais doenças e como preveni-las. 

A primeira matéria da série abrange de 0 a 10 anos. Mas, antes de aprofundar o tema, vale lembrar o que serve para a saúde bucal em todas as idades. “Hábitos alimentares, higiene e limpeza são os fatores principais da saúde bucal. Quando esses pontos são levados a sério, é muito provável que a pessoa não se incomode com problemas orais, ao contrário disso, ela pode começar a ter complicações já na primeira infância e para toda a vida”, diz.

Cárie e gengivite são os principais problemas na infância
Cárie e gengivite são os principais problemas na infância
Foto: Poznyakov / Shutterstock

0 a 10 anos
Cuidados:
as crianças devem usar creme dental com flúor. Na infância, a pasta sem flúor não protege contra a cárie. A quantidade a ser utilizada varia de acordo com a idade e deve ser prescrita por um profissional, mas, normalmente, começa com o equivalente a um grão de arroz, até chegar a um grão de ervilha. No caso dos bebês, a gengiva também deve ser limpa com uma gaze umedecida após as mamadas.

Principais doenças: 
- Cárie: muitas vezes, as crianças não fazem higienização bucal correta, deixando restos alimentares, e aí se inclui os doces, que facilitam a proliferação de bactérias e a erosão dental.
- Gengivite e periodontite: a inflamação na gengiva também se dá pela má escovação, pela má alimentação, pela falta de vitaminas, ou problemas de oclusão (mordida).

Tratamentos indicados: visita periódica ao dentista e correta escovação. 

Prevenção: sempre verificar se a criança está fazendo a limpeza bucal corretamente. É imprescindível usar escova, creme e fio dental, além de cuidar para que escove os dentes após as refeições, sempre de maneira correta. A escovação deve sempre ser acompanhada pelos pais e orientada por profissionais da saúde bucal. Também é preciso ficar atento à validade da escova e visitar o dentista pelo menos uma vez ao ano. A alimentação equilibrada, com ingestão de carne, ovos, verduras, frutas e legumes, com baixo teor de açúcar, é essencial para manter uma boa saúde bucal.

 

Fonte: Agência Beta Este conteúdo é de propriedade intelectual do Terra e fica proibido o uso sem prévia autorização. Todos os direitos reservados.
publicidade