Atualidades

Atualidades

publicidade
17 de janeiro de 2013 • 07h18 • atualizado em 18 de Janeiro de 2013 às 10h10

Saiba o que fazer quando a criança não quer escovar os dentes

Quanto antes houver o contato com a higiene oral, melhor será para a criança adquirir o hábito da escovação. Isso pode ser feito antes mesmo dos primeiros dentinhos nascerem. 
Foto: Shutterstock

 

É normal as crianças não serem fãs da escova de dentes e fazerem corpo mole na hora da higiene oral. Mas os pais devem ser firmes e garantir que os pequenos adquiram o hábito de cuidar da saúde bucal. Uma estratégia é sempre associar a escovação a um momento prazeroso e gostoso. “A mãe pode cantar, brincar, contar quatro vezes em cada grupinho de dentes – atrás, na frente, no fundão”, diz a odontopediatra Lúcia Coutinho. 
 
Quanto antes houver o contato com a higiene oral, melhor será para a criança adquirir o hábito da escovação. Isso pode ser feito antes mesmo de os primeiros dentinhos nascerem. “Com uma gaze ou a pontinha de uma fralda de tecido limpa, a mamãe pode limpar a boca do bebê retirando o excesso de leite ou outro alimento”, diz o odontopediatra Gustavo Camillo, do blog Tio Dentista.
 
Para introduzir a escovação na rotina do bebê o ideal é seguir a orientação do odontopediatra – profissional especializado em odontologia infantil. “Este profissional vai orientar qual tipo de escova é indicado para cada idade e também o melhor posicionamento da criança para a execução da higienização dos dentes”, diz a profissional. Segundo ela, o lema é “primeiro dente é igual à primeira visita ao odontopediatra”.
 
A criança deve ter a escovação supervisionada por um adulto até os nove anos de idade. A partir daí os pequenos já apresentam habilidade motora para executar uma técnica de escovação adequada e eficiente, desde que tenha sido treinado e orientado pelo odontopediatra. 
 
Escovar os dentes é divertido
A introdução da higienização oral no dia a dia da criança deve ser feita de forma divertida. Na hora do banho dá para mostrar que a escova vai ajudar a dar um banho nos dentes e deixar a boca cheirosa também. “Vale lembrar que é importante a criança manusear a escova, mesmo não tendo coordenação motora suficiente para a escovação, que deve ser feita pelos pais”, ressalta Gustavo Camillo. 
 
Para Lucia Coutinho, uma boa dica é comprar uma escova para a criança e uma para a mãe fazer a escovação de modo eficaz. Isso porque, nessa fase, é natural morder a escova e as cerdas abrirem e, assim, não será preciso comprar novas escovas o tempo todo. “Mas sempre deixe uma escova na mão da criança para ela desenvolver o hábito e a coordenação motora”, recomenda a odontopediatra.
 
Lançar mão de ferramentas lúdicas sempre ajuda. Livros e vídeos educativos, histórias e desenhos funcionam como um grande estímulo. Gustavo Camillo sugere usar a tecnologia a seu favor. “Hoje temos muitos aplicativos para celulares e tablets voltados especialmente para ensinar o hábito da escovação para a criançada; vale a pena”.
 
No entanto, a melhor tática é que a criança tenha bons exemplos em casa. “Os pequenos precisam assistir seus pais e irmãos mais velhos escovando os dentes, uma vez que a imitação dos hábitos das pessoas queridas é a melhor maneira de motivar crianças”, sugere Lucia.
 
Dicas
- Introduza o hábito da escovação a partir da erupção dos primeiros dentinhos de leite, entre seis e 12 meses.
- A partir dos três anos, quando a criança já tem os molares, é importante a introdução do fio dental.
- Deixe a criança escovar do jeito dela primeiro, para que possa aprender a manusear a própria boca. Depois faça a escovação adequada.
- Oriente a babá, vovó ou outras pessoas que façam parte da rotina da criança a respeito da importância da frequência de escovação, pelo menos três vezes ao dia.
- Adquira uma escova dental compatível com a idade da criança, independente da marca, pois o tamanho adequado da cabeça facilitará a escovação. 
- Utilize cremes dentais próprios para a idade. O creme dental indicado para crianças é com 1000 ppm a 1100 ppm de flúor. A quantidade a ser utilizada para crianças até três anos é semelhante a um grão de arroz. A partir dessa idade passe para um grão de ervilha. 
- Lembre-se de limpar a língua com a própria escova.
- Sempre oriente a criança a cuspir a pasta. 
Intere Terra