Atualidades

Atualidades

publicidade
26 de abril de 2013 • 07h05

Tratamento de canal não dói nem escurece os dentes; saiba mais

Muito paciente torce o nariz ao saber que vai precisar tratar o canal. Mas, com os avanços da odontologia, o tratamento é, na maioria da vezes, indolor e não escurece o dente.
Foto: Shutterstock

“Vai precisar fazer canal”. Ouvir essas palavras do dentista já faz o paciente torcer o nariz. Mas, mesmo comum, muita gente não sabe o que acontece exatamente na boca no tratamento de canal. Para eliminar dúvidas e tirar a conclusão se é preciso tanto sofrimento ao saber que fará um tratamento de canal, o cirurgião-dentista Rodrigo Moraes, consultor científico da ABO – Associação Brasileira de Odontologia – fala sobre o tema.

- O que é o tratamento de canal?
No tratamento do canal da raiz do dente é preciso retirar a polpa dentária – a parte viva do dente que fica dentro da raiz, contém toda vascularização que liga o dente ao resto do corpo. Uma vez que a polpa foi danificada, infeccionada ou morta, precisa ser removida. O espaço que fica vazio é limpo e preenchido. 

- Quais casos precisam de tratamento de canal?
É preciso fazer tratamento de canal quando a cárie atinge profundamente o dente e chega à polpa dentária. Há também casos de canais previamente tratados, no qual a cárie recidiva atinge a região preenchida pelo material de obturação do canal tratado anteriormente. 
Os casos mais comuns de polpa infeccionada ou morta são:
-    Dente quebrado;
-    Cárie profunda;
-    Dano ao dente, como um trauma forte, seja ele recente ou mais antigo.

- Quais os sintomas?
Em geral pode ocorrer dor, desconforto, quebras de porções dentárias mais volumosas e a imagem do raio-X sugere a perfuração da cárie próxima ou além do limite da polpa dentária. 

- O tratamento dói?
Atualmente, graças às evoluções medicamentosas e técnicas, é bem menos provável que o paciente sinta dor. O tratamento, mesmo em casos complicados, oferece mais conforto aos pacientes. 

- Quanto tempo leva?
Isso varia conforme a extensão da lesão e o nível de comprometimento e de raízes e/ou canais envolvidos. Pode durar de uma a três sessões e, em casos particulares, envolver outras etapas. 

- O que é feito no tratamento?
O dentista abre uma cavidade para colocar os instrumentos e retirar a polpa dentária. Depois limpa e desinfeta o canal e o preenche com um material especial para não ficar oco e desprotegido.

- Quanto tempo de recuperação
Em termos do conforto é muito rápido, quase imediato, salvo situações extremas. A cicatrização das feridas geradas pelo problema de canal podem levar meses, nos casos extremos.

- O dente sempre escurece?
Graças às tecnologias - como a microscopia operatória e outras ferramentas atuais – a qualidade de obturação melhorou e a expectativa para essas variações de cor não ocorrerem foi para o mesmo caminho. 

Beta Terra