0

Vergonha do corpo diminui vida sexual, diz pesquisa

10 jun 2010
18h03
  • separator

Apesar da maior liberdade sexual conquistada ao longo de meio século, as mulheres agora travam uma guerra privada, que acontece no quarto, mas apenas entre elas e o espelho.

» Siga o Vida e Estilo no Twitter

Ter vergonha do próprio corpo é um dos principais fatores que impedem uma vida sexual saudável.
Ter vergonha do próprio corpo é um dos principais fatores que impedem uma vida sexual saudável.
Foto: Getty Images

» vc repórter: mande fotos e notícias
» Chat: tecle sobre a notícia

Uma pesquisa realizada pela revista 'Cosmopolitan', na Inglaterra, com mais de 3 mil mulheres, entre 18 e 40 anos, revela que a vergonha do próprio corpo é um dos principais fatores que impedem o exercício de uma vida sexual saudável. Curvas de mais ou de menos ocupam o topo das preocupações, mas reclamações sobre os parceiros também diminuem a frequência das relações. Veja os principais motivos:

Três em cada quatro entrevistadas se sentem constrangidas com as formas do seu corpo, principalmente com a flacidez das coxas e o volume da barriga.

1.Muitas afirmaram que se sentem fora de forma e acham que têm muitas curvas.

2.73% afirmaram não se sentir sensual o suficiente para o parceiro.

3.Entre as que já tiveram filhos, a vergonha de marcas resultantes do período da gestação, como estrias, foi a principal preocupação apontada.

4.Três em cinco mulheres pesquisadas admitem fingir o orgasmo com freqüência.

5.1% das mulheres descreveu sua vida sexual como um desastre.

6.Quatro em 10 mulheres afirmaram não manter tantas relações e gostariam de incrementar sua vida sexual.

7.Entre as que já traíram os parceiros, um terço admitiu ter se arrependido depois.

8.Aparência e dinheiro contam menos do que valores na hora de escolher um parceiro, para mais de metade das entrevistadas.

9.A falta de higiene masculina foi apontada como o principal fator que faz as mulheres desistirem do sexo, quando pensam exclusivamente nos parceiros.

10.Outros itens desmotivadores descritos na pesquisa foram homens com mamas desenvolvidas, barriga de cerveja e excesso de pelos nas costas.

Veja também:

Beirute: A mãe em trabalho de parto durante a explosão
Fonte: Especial para Terra
publicidade