1 evento ao vivo

Confira como estar acima do peso pode melhorar a saúde

Quilinhos a mais trazem benefícios como o aumento da imunidade

11 set 2015
16h56
  • separator
  • comentários

Ser gordo é ruim e magros é que são saudáveis e felizes, não é mesmo? Pois a ciência prova que não. Estudos recentes mostram que a obesidade pode trazer benefícios surpreendentes para a saúde, segundo informações do jornal The Telegraph .

Estar acima do peso pode trazer consequências positivas para o corpo
Estar acima do peso pode trazer consequências positivas para o corpo
Foto: iStock

Siga Terra Estilo no Twitter

Sim, estar acima do peso pode significar reduzir o risco de atrite e até ter uma imunidade mais alta.

Confira cinco benefícios que os quilinhos a mais podem trazer:

Estar acima do peso reduz o risco de artrite reumatoide

Ao que tudo indica, quando maior seu índice de massa corporal (IMC), menor as chances de você desenvolver artrite crônica. Contudo, a pesquisa nomeada como Arthritis Care & Research curiosamente indica que esse benefício só se aplica aos homens.

“Para nós, esse é o primeiro estudo de caso controlado que se aplica somente aos homens”, diz Carl Turesson, principal autor do estudo e professor de medicina na Universidade de Lund, na Suécia. A pesquisa observou 383 pacientes e descobriu que homens acima do peso tinham 63% menos chances de desenvolverem a doença.

Turesson acredita que o excesso de gordura visceral no abdômen é o que ajuda a combater a artrite, contrariando as crenças que o volume adicional na região aumenta a pressão nas juntas.

O estudo descobriu uma conexão entre altos IMCs e um excesso de hormônios específicos, fazendo com que vias metabólicas relacionadas com o tecido adiposo criem uma barreira de proteção contra o aparecimento da doença.

Estar acima do peso reduz chances de desenvolver demência

Anteriormente se acreditava que estar acima do peso aumentava as chances da pessoa ter demência. Porém, uma publicação lançada em abril refutou essa afirmação e colocou que a condição na verdade aumenta a defesa contra a senilidade.

A pesquisa liderada pelo médico Nawab Qizilbash foi realizada em uma escala sem precedentes e os cientistas por trás do estudo permanecem convencidos da validade de seus resultados.

“Nossos resultados podem abrir novos caminhos para pesquisas que procuram por mecanismos que nos protejam da demência”, disse o médico. “Além do mais, médicos e cientistas que cuidam da saúde pública precisarão repensar como identificar quem tem risco de desenvolver demência.”

Estar acima do peso aumenta a imunidade

Segundo citologistas de Chicago, as camadas mais profundas da gordura que ficam ao redor dos órgãos de um indivíduo acima do pesa estão interligadas com o sistema imunológico. Elas auxiliam no regulamento desse sistema.Essa gordura essencialmente “acalma” as defesas biológicas, prevenindo que o corpo trabalhe em excesso.

O estudo, intitulado como Cellular Basis of Tissue Regeneration by Omentum , também menciona as vantagens das células-tronco mesenquimais, especialmente encontradas na gordura do abdômen e que podem reparar tecidos rapidamente.

Estar acima do peso é associado com o aumento da longevidade

Já vimos que esses quilinhos, que muitos tentam tirar a todo custo na academia, podem reduzir os riscos de artrite e demência, além de poder acelerar a regeneração de tecidos. Pois eles ainda podem fazer você viver mais.

“Quando você está doente, seu corpo requer mais energia para se curar”, segundo o pediatra Brian Kit afirmou para a revista Oprah Magazine. “Em certos casos, a gordura a mais é crucial para acelerar esse processo e fazer com que a pessoa melhore mais rápido”.

O médico cita que os tecidos de gordura, assim como os hormônios que libera, melhoram o mecanismo de defesa do corpo ao fornecer reservas vitais de energia e agentes anti-inflamatórios.

Como resultado, apesar de indivíduos obesos serem mais propensos a desenvolverem doenças graves, eles têm menos chances de morrer do que alguém abaixo do peso ou com um IMC adequado.

Estar acima do peso pode significar ser melhor na cama

Além de todos os benefícios citados anteriormente, pessoas acima do peso ainda desbancam a turma da academia e tendem a ser melhores na cama.

Pessoas acima do peso conseguem, em média, 7,3 minutos a mais nas atividades sexuais.

E de acordo com um estudo científico, um hormônio feminino chamado estradiol, e que pode ser encontrado nos “pneuzinhos” dos homens também, é conhecido por inibir o orgasmo masculino e, assim, evita a ejaculação precoce.

Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade