PUBLICIDADE

Grávida surpreende ao levantar peso: "quero ser uma mãe sexy"

Mãe de dois filhos, Ellison virou alvo de comentários nas redes sociais

20 set 2013 12h51
| atualizado às 16h17
ver comentários
Publicidade
<p>Eliison disse que sempre amou atletismo e fitness</p>
Eliison disse que sempre amou atletismo e fitness
Foto: Reprodução

Para a maioria das mulheres, o fim da gravidez é o momento de manter a calma, sentar e esperar pela chegada do filho. Mas com Lea-Anne Ellison essa fase funciona de outro jeito. Aos 35 anos, a fisiculturista de Los Angeles causou surpresa ao publicar fotos levantando peso no Facebook duas semanas antes de dar à luz. As informações são do Daily Mail.

Enquanto alguns comentários apoiam a decisão, outros se mostram horrorizados com a atitude da norte-americana. “Isso é realmente revoltante”, criticou Amanda Cinq-Mars.”Ela é muito egoísta de colocar em perigo a vida de seus filho por conta de seus ganhos pessoais e realizações”, completou Josh Giannapolous.

Pais de primeira viagem: saiba quais são os principais medos e dúvidas

Em defesa de Ellison, outros elogiaram sua atitude. “Muito melhor do que um monte de mulheres grávidas que ficam obesas, com pressão arterial elevada, diabetes e falta de ar ao subir um lance de escadas”, apoiou Katy McNiff Nicholas. 

Grávida e mãe de dois filhos (um menino de 8 anos e uma menina de 12), Eliison disse que sempre amou atletismo e fitness. “Quero agradecer a todos pelo apoio”, escreveu. “Após o nascimento do meu segundo filho, eu sabia que precisava intensificar os exercícios. Eu adoro ser mãe, mas quero ser uma mãe sexy. Este é apenas o começo e eu garanto que há grandes conquistas pelas frente”.

De acordo com um estudo realizado pelo Royal College of Obstetricians and Gynaecologists (RCOG), mulheres que se exercitam durante a gravidez lidam melhor com o trabalho de parto do que as sedentárias, além de terem menos fadiga, varizes e inchaço. O exercício só não é recomendado em dias muito quentes para evitar o superaquecimento. "Na maioria dos casos, o exercício é seguro para a mãe e o feto durante a gravidez e as mulheres devem, portanto, ser encorajados a iniciar ou continuar o exercício, para obter os benefícios para a saúde”, explicam os responsáveis pelo estudo.

Eles acrescentam ainda que, se a gravidez não tiver complicações, o exercício não aumenta o risco de aborto.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade