Contenção: sem ela, seu tratamento pode ir para o buraco

Esses dispositivos são fundamentais para que dentes e tecidos se acostumem com a nova posição imposta pelo aparelho

27 mai 2016
08h00
  • separator
  • comentários

Quando o dia de tirar o aparelho chega, as pessoas já comemoram pensando que o tratamento vai, em fim, acabar. Doce ilusão. É nessas horas que o dentista chega com a noticia “desanimadora”: remover o aparelho é muito diferente de finalizar o tratamento ortodôntico! Após sua remoção, é hora da contenção entrar em cena e acreditem: sem ela, todo o tratamento pode ir para o buraco.

Contenções ortodônticas são dispositivos instalados imediatamente após a
remoção do aparelho fixo para garantirem e reforçarem o posicionamento dentário que foi conquistado durante o tratamento ortodôntico, uma vez em que os dentes e os tecidos que o envolvem ainda não se ajustaram plenamente às suas novas posições.

“A utilização da contenção ortodôntica evitará a tão temida “recidiva ortodôntica” (retorno parcial ou total da antiga posição dos dentes). Mas ela funciona somente se o tratamento ortodôntico tiver sido bem executado, resultando em uma mordida bem equilibrada e funcional. As contenções não devem ser utilizadas como proteção para tratamento ortodôntico mal feito!“, diz Letícia Squadroni, mestra e especialista em Ortodontia e Ortopedia Facial.

A maioria dos ortodontistas solicita que os pacientes utilizem suas contenções pelo período de 2 anos, sendo de 6 meses a 1 ano de uso integral (24 horas diárias, removendo somente durante a alimentação e higienização dentária) e mais 1 ano de uso noturno, para dormir.

Por que voltam a entortar?
A não utilização ou o uso incorreto da contenção são as principais causas desse problema tão comum em ex-usuários de aparelho ortodôntico. Se seus dentes voltaram a entortar depois de anos, coloque a mão na consciência e responda: você tem certeza que fez o uso correto dela?

“Logo após a remoção do aparelho fixo, os dentes e tecidos que o envolvem ainda não se ajustaram plenamente às suas novas posições. A musculatura orofacial, principalmente da língua, lábios e bochecha, precisam de um tempo para se readaptar e entrar em equilíbrio com essa nova mordida. As primeiras semanas são as mais preocupantes e, portanto, as contenções precisam ser instaladas imediatamente após a remoção de braquetes e outros acessórios ortodônticos”, diz a especialista.

E nem adianta achar que pode optar por usar mais tempo o aparelho para garantir o sucesso da sua mordida. “Tratamentos mais longos não garantem a estabilidade do tratamento”, afirma a especialista. Ou seja, o uso da contenção é indispensável.

Tipos de contenção
Existem contenções fixas, removíveis e até funcionais. Mas é importante entender que somente o ortodontista poderá indicar a contenção mais adequada para o seu paciente. A contenção funcional são placas que são colocadas sobe os dentes para evitar desgastes dentais, chamadas de miorelaxantes de mordida.

Já as fixas são utilizadas mais na parte de trás dos dentes anteriores inferiores, ficando totalmente invisíveis. “Essas contenções aumentam um pouco a retenção de placa bacteriana e consequentemente a formação de tártaro. Nas consultas semestrais seu ortodontista avaliará a necessidade de solicitar uma limpeza para você”, diz a especialista.

A contenção removível é a contenção mais indicada para a região superior. Dentre os muitos tipos disponíveis, Letícia prefere um em especial. “A Aligner (plaquinha transparente) é muito bem aceita pelos pacientes por ser muito estética, confortável e a mais tecnológica do mercado. Elas são removíveis para alimentação e limpeza, possibilitando uma higiene bucal ideal. Além disso, são agradáveis de usar por serem finas e isentas de partes metálicas não comprometendo o sorriso e a fala”, diz

A Aligner (plaquinha transparente) é um tipo de contenção muito bem aceita pelos pacientes por ser muito estética, confortável e a mais tecnológica do mercado
A Aligner (plaquinha transparente) é um tipo de contenção muito bem aceita pelos pacientes por ser muito estética, confortável e a mais tecnológica do mercado
Foto: Letícia Squadroni / Divulgação

Fonte: Agência Beta Este conteúdo é de propriedade intelectual do Terra e fica proibido o uso sem prévia autorização. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade