Escova de dente ecológica? Sim, conheça a escova de bambu!

100% biodegradável, elas podem ser até plantadas após o seu descarte sem agredir o meio ambiente

6 dez 2016
08h00
  • separator
  • comentários

Ter consciência ambiental é muito importante para o futuro do planeta. Imagine então se você pudesse inserir essa ideologia nos seus hábitos de higiene diários? Pois você pode. Já existe no mercado uma escova de dente ecologicamente correta feita de bambu.

Se jogadas fora, as escovas de bambu demoram apenas 30 anos para se decompor, tempo muito menor comparado ao do plástico
Se jogadas fora, as escovas de bambu demoram apenas 30 anos para se decompor, tempo muito menor comparado ao do plástico
Foto: Smiles for the People / Divulgação

O objetivo principal dessa ideia é evitar o descarte de milhões de escovas de plástico que vão para aterros sanitários e demoraram cerca de 500 anos para se decompor.

Elas são 100% biodegradáveis e não poluem o planeta, podendo até ser plantadas após seu descarte sem agredir o meio ambiente. Ah, e se jogadas fora, demoram apenas 30 anos para se decompor, tempo muito menor comparado ao do plástico.

Mas usar o bambu para esse fim também não é uma agressão para o meio ambiente? Segundo Cláudia Christianne Gobor, cirurgiã-dentista especializada no tratamento da halitose, o bambu foi escolhido como matéria prima para essas escovas por um motivo especial. “Como o bambu tem um crescimento rápido sua utilização não é considerada desmatamento”, diz a dentista.

Ainda segundo Cláudia, suas cerdas podem ser macias ou médias e são feitas com materiais resistentes ao crescimento de fungos e bactérias (62% de óleo de mamona e 38% de nylon). “Algumas possuem também a embalagem biodegradável”, diz a especialista.

Vida útil
E o tempo de vida útil dessas escovas de bambu pode ser o mesmo das escovas convencionais, porque nessas horas conta muito mais como ela foi usada e armazenada do que de qual material é feita.

“Fabricantes e cirurgiões dentistas recomendam a troca das escovas dentais a cada três meses, já que depois de um período de uso contínuo, as cerdas podem se desgastar e perder a eficácia”, diz Cláudia.

Mas esse tempo pode variar. “Para que elas durem mais, o ideal é após o uso deixar a escova secar totalmente para evitar o acúmulo de fungos e bactérias. Outro fator importante é utilizar pouca força durante a escovação, evitando que as cerdas se estraguem mais rapidamente”, diz a especialista.

Trajetória e solidariedade
Essas escovas de bambu foram desenvolvidas por um dentista de Brisbane, na Austrália. A justificativa para a fabricação delas é de que na Austrália são utilizadas e descartadas por ano 30 milhões de escovas de dente.

Mas hoje, essa iniciativa sustentável não é mais só dos australianos, não. Outras empresas já comercializam as escovas de bambu, como a Smiles for the People.

Essa empresa além de propagar essa uma ideia, ainda mostra comprometimento social, prometendo doar uma escova de dente para comunidades carentes a cada uma que for comercializada. Ela também oferece tratamento odontológico a essas pessoas, tudo de graça.

Outros modelos
Mas não é só o bambu que está sendo usado como material ecológico para escovas de dente. Além delas, já existem outra ideias tão sustentáveis quanto (e um pouco ousadas demais) rolando pelo mundo a fora. Após muita pesquisa, descobrimos que existem empresas usando materiais recicláveis (alumínio, embalagens de iogurte e carvão), bioplástico, celulose e até notas de dólar reciclado (essa a gente pagava para ver) para fazer escovas sustentáveis.

Existe ainda uma empresa chamada Life Without Plastic que fabrica escovas com um  cabo de madeira banhado em óleo de linhaça e cerdas de pelo de porco. Tudo pelo bem do planeta!

E ai, topa trocar a sua escova de plástico por um desses modelos novos e ecológicos?

Agência Beta

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade