Clarear ou facetar? Qual melhor tratamento para seu sorriso?

Um muda só o tom, mas é mais barato. O outro altera cor, formato e até mordida, mas tem um preço bem salgado

23 set 2016
08h00
atualizado em 18/7/2017 às 18h49
  • separator
  • comentários

Se você pretende recorrer a tratamentos estéticos para deixar seu sorriso mais bonito saiba que existem duas opções que estão bombando no mercado: o clareamento dental e as facetas de porcelana.

Mas não se esqueça: o acompanhamento de um profissional especializado é fundamental nos dois casos
Mas não se esqueça: o acompanhamento de um profissional especializado é fundamental nos dois casos
Foto: Syda Productions / Shutterstock

O primeiro usa um gel para deixar os dentes mais brancos tirando manchas e corrigindo a colocação dental. O segundo consiste em aplicações de lâminas de cerâmica sobre o esmalte para alterar além da cor, formato, posição e volume do dente. E ai, qual te agrada mais?

Claro que a decisão não é tão simples assim. Existem prós e contras para cada tratamento e só o dentista especializado, após analise e uma conversa séria com o paciente a fim de saber seus desejos e expectativas, poderá indicar qual é o melhor para cada pessoa.

Mas enquanto você não marca sua consulta, a gente conversou com o Alexandre Bussab, cirurgião-dentista especializado em estética da Clínica Smiles, para saber os detalhes de cada um desses tratamentos, assim quando você chegar à consulta já terá uma boa base para fazer sua escolha.

Custo
Segundo Alexandre, esse primeiro item já determina muitas escolhas, porque a diferença de preço entre os tratamentos costuma ser bem significativa. “No clareamento alteramos o tom do dente, mas mantemos seu formato e por isso os valores são mais baixos, girando em torno de 800 e 2500 reais”, diz o especialista.

Já no caso das facetas é possível mudar a posição, o volume e até mesmo corrigir a mordida. “Aí nesses casos teremos um custo mais elevado que pode variar de 950 a 2750 reais por dente”, diz Alexandre.

Duração do procedimento
O clareamento em consultório também é mais rápido sendo executado com sucesso entre 2 a 4 sessões.

“O caminho das facetas é mais longo, pois consiste em uma primeira fase de preparo que engloba moldagem e envio para o laboratório, que costuma durar de dois a quinze dias, e depois mais 3 ou 4 sessões em consultório para aplicá-las e conseguir um resultado harmônico”, diz o especialista.

Duração do resultado e cuidados pós-tratamento
A diferença do tempo de duração do efeito bonito nos dentes também é um fator determinante para alguns pacientes. O clareamento dental costuma durar de 2 a 3 anos. “Mas isso vai depender dos hábitos e costumes de cada paciente”, diz Alexandre.

Já as facetas podem durar anos indeterminados. “No entanto, neste período podem ocorrer fraturas, descolamentos e até mesmo manchas e ai o dentista deverá fazer os retoques necessários”, diz o especialista.

Os cuidados com ambos os tratamentos são similares: ser rigoroso na higienização bucal, evitar alimentos ácidos ou com uma pigmentação forte que pode manchar o dente como molhos, refrigerante, café e etc e, no caso das facetas, evitar itens duros como amendoins. “As facetas são sensíveis e podem se quebrar com um atrito intenso”, diz o dentista. O acompanhamento do profissional também é fundamental nos dois casos.

Indicação:
Esse item é o mais complexo, pois cada caso é um caso. No entanto, costuma-se indicar o clareamento para quadros onde o problema costuma ser só o tom dos dentes.

“Devemos fazer o clareamento quando os dentes forem bem posicionados, bem alinhados e quando o paciente procura manter a naturalidade e anatomia dos dentes remanescentes. As facetas são mais recomendadas para pessoas que possuem dentes mal posicionados e com problemas de grandes restaurações”, diz o dentista.

Agência Beta

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade