Entenda a relação entre água mineral e flúor

27 ago 2013
07h14
atualizado em 18/3/2016 às 10h53
  • separator
  • comentários

Se a água mineral for sua fonte principal de água de consumo, você poderá não estar obtendo flúor em quantidade suficiente. Enquanto o flúor é adicionado na água de abastecimento público em 60% dos municípios do Brasil para reduzir a cárie dental, a maioria das águas minerais disponíveis no mercado não contém níveis ideais de flúor.

Diversos fatores são importantes para saber se você está recebendo ou não flúor suficiente, entre eles:

-        O nível de flúor na sua água mineral, que pode variar muito entre as diferentes marcas. Se a quantidade de flúor não aparecer no rótulo, peça informações à empresa responsável.

-        A quantidade de água mineral que você bebe durante o dia.

-        Se você usa a água mineral para beber, cozinhar ou preparar sopas, sucos e outras bebidas.

-        Se você também bebe água fluoretada na escola, trabalho ou outros lugares.

Se você bebe principalmente água mineral, você deve conversar com seu dentista sobre a necessidade de tratamentos complementares com flúor, especialmente se tiver filhos. Seu dentista pode recomendar complementação de flúor se achar que seu filho não está recebendo níveis adequados de flúor.

Conteúdo oferecido por: © Colgate-Palmolive Company. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade