Escolha do dentista; veja dicas

22 jul 2013
07h05
atualizado em 18/3/2016 às 10h54
  • separator
  • comentários

Um bom início é pedir referências para as pessoas em quem você confia: seus amigos, membros de sua família, conhecidos, colegas de trabalho, seu farmacêutico ou o médico da família. Pergunte a eles com que tipo de dentista fazem o seu tratamento dentário (clínico geral ou especialista), há quanto tempo tratam com este profissional e como é o relacionamento que mantém. É importante que você escolha um dentista com quem você se sinta bem.

Você também pode ligar para uma associação de dentistas e solicitar uma lista dos profissionais recomendáveis. Outra opção é fazer uma busca na Internet. A cada dia aumenta o número de dentistas que têm sites que explicam seus métodos de tratamento.

Que tipo de dentista eu estou precisando?
Os profissionais com formação geral são treinados para fazer todo tipo de tratamento e podem, se for preciso, indicar um dos especialistas relacionados abaixo:

- Odontopediatra: especializado no atendimento de crianças.

- Endodontista: diagnostica e trata de enfermidades da polpa dentária e canais radiculares (muitos dentistas gerais também fazem tratamentos de canal).

- Protesista: especializado na confecção de coroas, próteses dentárias fixas, removíveis ou próteses totais conhecidas como dentaduras.

- Patologista bucal: usa procedimentos laboratoriais para diagnosticar problemas bucais. Também é especializado em odontologia forense.

- Cirurgião bucal/maxilofacial: remove cistos, tumores e dentes. É preparado para corrigir fraturas ou outros problemas que exijam tratamento cirúrgico, inclusive da articulação temporomandibular (ATM). Esses profissionais também usam métodos de cirurgia plástica para eliminar ou reduzir problemas do maxilar e da face.

- Ortodontista: especializado na correção da posição dos dentes por meio de aparelhos ortodônticos.

- Periodontista: especializado no diagnóstico e tratamento das doenças da gengiva.

Como se tornar um dentista?
Para se tornar um Dentista, é necessário ingressar num curso de Odontologia reconhecido pelo MEC (Ministério da Educação) e pelo Conselho Federal de Odontologia. O curso tem duração de cinco anos ou 10 semestres e dá direito a licença pelo Conselho Federal de Odontologia, por meio do nº de CRO, emitido pelo Conselho Regional de Odontologia de seu Estado. Após o término do curso, geralmente realiza-se um curso de especialização, no qual o dentista escolhe uma das áreas da Odontologia para atuar (Ortodontia, Periodontia, Odontopediatria, Cirurgia, entre outras).

Fonte: Conteúdo oferecido por: © Colgate-Palmolive Company. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade