Dietas

publicidade

Melancia, manga e pepino; veja 30 alimentos com calorias negativas

Melancia é uma das frutas com calorias negativas
Foto: Getty Images
 

Nem todo alimento é inimigo da dieta e merece atenção redobrada na hora do consumo. Além de nutritivos, alguns legumes, verduras e frutas são aliados da balança e têm calorias negativas. Isso porque, eles possuem menos energia do que gastam durante a digestão. “É uma fração calórica destinada à própria digestão e metabolização, o que também é chamado de efeito térmico”, explica a nutróloga Liliane Oppermann.

Está acima do peso? Calcule aqui seu IMC
Saiba quantas calorias tem cada alimento
Confira 50 erros que fazem engordar

 

O gasto calórico durante esse processo varia de uma pessoa para outra. De acordo com a nutricionista Daniela Campi, o número pode oscilar dependendo do metabolismo, enzimas e claro, do que colocamos no nosso prato. Mas no geral, alimentos com alto teor de fibras gastam mais energia durante a digestão.

“Frutas fibrosas como manga, papaia, damasco e morango têm um gasto maior de efeito térmico do que frutas como abacate, banana e caqui, que são mais suculentas. Até o estado de maturação de fruta influencia. Uma banana mais verde tem mais efeito térmico que a madura”, justifica Liliane. Além disso, o modo de preparo dos legumes também é fundamental. Alimentos crus gastam mais energia na digestão que os cozidos.

Sem dúvida, uma alimentação adequada deve ser equilibrada e conter todos os grupos de nutrientes, mas incluir frutas como melancia e maçã na dieta é uma ótima maneira de saciar a fome, acelerar o metabolismo e queimar calorias sem nenhum esforço. A seguir, confira 30 opções de alimentos que não oferecem preocupação com a tabela calórica e veja seus benefícios.

 
Abacaxi: rico em cálcio, potássio e vitaminas A, B e C, o abacaxi contém bromelaína, uma enzima que ajuda na digestão e pode dissolver coágulos no sangue. Por isso, além de auxiliar na dieta, a fruta ajuda a controlar a pressão arterial.
 
Abobrinha: composta de água (cerca de 90%), a abobrinha é diurética e rica em vitaminas A e C.
 
Agrião: rico em ferro, iodo, vitamina C e betacaroteno - um antioxidante que retarda o envelhecimento -, o agrião auxilia no sistema respiratório.
 
Alface: alimento ingerido como carro chefe nas dietas de emagrecimento, o alface é rico em potássio, cálcio, ferro e vitaminas A, B3 e C. Tem poder antioxidante e age como calmante para quem sofre de insônia.
 
Alho: alimento que ajuda a combater vírus, infecções e inflamações, além de auxiliar em problemas respiratórios, como asma e bronquite. É fonte de potássio, cálcio e magnésio.
 
Ameixa: tem propriedades antioxidantes, retarda o envelhecimento, estimula a digestão e combate a gripe. É rica em potássio, magnésio, cálcio, fibras, betacaroteno e vitaminas C e E.
 
Aspargo: rico em fibras, potássio e vitaminas B e C. Aumenta o sistema imunológico, tem poder antioxidante e anticancerígeno.
 
Berinjela: fonte de cálcio, fósforo, postássio, magnésio e vitaminas A, C e do complexo B, a berinjela é um agente redutor de colesterol no sangue.
 
Beterraba: alimento cheio de nutrientes, como proteínas, fibras, vitaminas A, B e C, ferro, potássio e zinco. Ajuda a combater anemia.
 
Brócolis: fonte de vitamina A e de sais minerais como cálcio, ferro e fibras. Brócolis tem poder antioxidante e anticancerígeno.
 
Cebola: fonte de vitamina C, potássio, cálcio, ferro e fósforo. Ajuda a prevenir gripe e auxilia em problemas estomacais e intestinais.
 
Cenoura: alimento rico em betacaroteno, fibras, cálcio, zinco e vitaminas A, C e E. Além de auxiliar a digestão, melhora a produção de sangue e, para as grávidas, aumenta a produção de leite.
 
Couve-flor: alimento rico em cálcio, fósforo, e vitaminas A, B9 e C.
 
Couve: rico em fibras, o alimento é indicado para enfermidades do estômago e auxilia a digestão. A couve é fonte de vitamina C, ferro, cálcio e betacaroteno.
 
Damasco: além de saboroso, o damasco pode prevenir problemas no fígado e alguns tipos de câncer. É rico em ferro, potássio, fósforo e vitamina A, B1, B2, B3 e C.
 
Framboesa: rica em antioxidantes que retardam o envelhecimento, esse fruto também auxilia na digestão e no tratamento de inflamações na garganta e gengiva. É fonte de cálcio, potássio, magnésio, ferro e vitaminas A, B1, B5 e C.
 
Laranja: fonte de vitamina C e caroteno, esse fruto ajuda a combater gripes e resfriados e pode prevenir alguns tipos de câncer.
 
Limão: tem propriedades para tratar resfriados e gripes e melhorar a circulação do sangue. É rico em cálcio, potássio e vitamina C.
 
Maçã: esse fruto tem inúmeros benefícios. É rico é cálcio, magnésio, potássio, cobre, zinco, vitaminas B, C e E e contem peticina  uma fibra que a ajuda a controlar o nível de colesterol no sangue. A maçã ajuda na digestão, ajuda no tratamento de resfriados, tem poder antioxidante e evita a proliferação de células cancerígenas.
 
Mamão: contém uma substância chamada papaína, que melhora a digestão e a prisão de ventre. É fonte de ferro, cálcio e vitaminas A, B e C.
 
Manga: tem propriedades que previnem as doenças do estômago, evitam problemas cardíacos e fortalecem o sistema imunológico. É rica em vitaminas B e C em sais minerais como cálcio, fósforo, potássio, ferro e fibras.
 
Melancia: fruto que apresenta muita água em sua composição e tem o poder diurético. É rica em fibras, ferro, cálcio e vitamina A, B e C. A melancia também possui uma glutationa, substância que é um potente antioxidante e retarda o envelhecimento.
 
Melão: tem poder diurético, hidratante, ajuda na menopausa e nas dietas de emagrecimento. É rico em cálcio, betacaroteno, potássio e vitaminas A, B, C.
 
Mexerica: fonte de vitaminas A, B e C e de sais minerais como cálcio, potássio, sódio, fósforo e ferro. O fruto ajuda a combater infecções e aumenta a resistência do organismo.
 
Morango: fruto com propriedades antioxidantes, que retarda o envelhecimento, além de reduzir o colesterol, combater anemias e doenças da pele. É fonte de ferro, fibras e vitaminas B5 e C.
 
Pepino: rico em ferro, potássio e betacaroteno - um antioxidante que retarda o envelhecimento -, o pepino tem efeito diurético .
 
Pimenta: tem propriedades analgésicas, anti-inflamatórias, diminui risco de doenças cardiovasculares, reduz o colesterol e pode ajudar no tratamento da enxaqueca. É antioxidante e rica em vitamina C.
 
Pimentão vermelho: rico em potássio, sódio, cálcio, fósforo, ferro e vitaminas A, C e do complexo B. É um alimento antioxidante, que pode prevenir doenças cardíacas, além de ser fonte de fibras.
 
Rabanete: sem dúvida, o rabanete é um aliado da saúde. Fonte de cálcio, ferro, potássio e vitaminas B1, B2 e C, ele ajuda no processo digestivo, previne o organismo contra infecções e purifica o sangue, rins e bexiga.
 
Repolho: fonte de cálcio, potássio, fosforo e vitaminas A e C. O repolho auxilia no emagrecimento e na digestão, estimula a queima de gorduras e combate o colesterol.
 
Terra Terra